quinta-feira, 10 de setembro de 2009

pLANO DE AULA EM ARTE

UAB UnB Instituto de Artes TECNOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS NA ESCOLA 1
Plano de Aula em Arte – TEATRO
Ensino Fundamental II (5ª a 8ª séries)



Alunos:ALEXANDRO GARCIA DA SILVA
ÂNGELA ROJO
JANICE APARECIDA GONÇALVES
JOSÉ APARECIDO DA SILVA


Nome da Atividade:

Produção de uma cena teatral a partir dos conteúdos pesquisados no site www.museudoindio.org.br

Fundamentos teóricos:

Cultura indígena 1; ciberespaço 2; museu 3; Artes visuais/cênicas 4; Internet 5

Objetivos:
Geral
· Pesquisar e conhecer o universo cultural-artístico de índios brasileiros.


Específicos
· Expressar, representar idéias, emoções, sensações, desenvolvendo trabalhos em grupo;
· Construir, expressar e comunicar em artes, articulando a percepção, a imaginação, a memória, a sensibilidade e a reflexão;
· Identificar a diversidade e inter-relações de elementos da linguagem visual e teatral que se encontram em múltiplas realidades, perceber e analisá-los criticamente.
· Valorizar as diferentes formas de manifestações artísticas como meio de acesso e compreensão das diversas culturas;
· Reconhecer a importância de freqüentar instituições culturais onde obras artísticas sejam apresentadas.
· Compartilhar experiências artísticas e estéticas e manifestações de opiniões, ideias sobre a arte.
· Trabalhar de forma interdisciplinar entre as artes visuais, artes cênicas, História e Geografia.
· Navegar pelos vários hipertextos e links do site www.museudoindio.org.br, observando e apreciando as imagens e textos presentes;
· Visitar virtualmente a exposição “A presença do invisível – vida e ritual entre os povos indígenas de Oiapoque”.




Conteúdo:

· Observação e análise visual dos desenhos, das danças, das pinturas, das fotografias e dos vídeos apresentados pelo recurso multimídico da Internet;
· Produção artística a partir dos conteúdos pesquisados;
· Reconhecimento e utilização das capacidades de expressar e criar significados no plano sensório-corporal na atividade teatral;
· Identificação e aprofundamento dos elementos essenciais para a construção de uma cena teatral;
· Experimentação, pesquisa e criação dos elementos e recursos da linguagem teatral;
· Construção e adaptação de roteiros e cenas;
· Participação do grupo nos exercícios e apresentações, favorecendo o processo intergrupal.
· Apresentação dos resultados entre os participantes e professores convidados.

Tempo:

04 semanas, sendo 02 aulas semanais, totalizando 08 horas-aulas, entre pesquisa, produção, ensaios e apresentação.

Metodologia:

Para a realização desta atividade, na qual o foco pedagógico será a pesquisa e o uso dos conteúdos adquiridos como material inicial e incentivador a uma pequena produção teatral, tendo por tema a cultura indígena, a sala de aula será dividida em 05 grupos de alunos. Na primeira aula o professor pré-definirá os objetivos da pesquisa e os objetos de cada grupo: figurino, maquiagem, expressão corporal, sonoplastia e adereços. Na segunda aula, no laboratório de informática, os alunos navegarão livremente pelo site www.museudoindio.org.br pesquisando e colhendo informações, ficando posteriormente livres para buscar outras fontes de informações. Nas próximas aulas paralelamente à pesquisa e à produção, sob orientação do professor, ocorrerá a montagem e direção cênica baseada na criação de uma apresentação inspirada no material indígena pesquisado. Lembrando que é importante incentivar os grupos a realizarem encontros fora dos horários de aulas para desenvolverem suas pesquisas e que haverá uma constante supervisão do professor em todo o processo de maneira colaborativa.


Recursos:
· Computadores com acesso à Internet.
· Um aparelho de som.
· CDs de músicas indígenas.
· Produtos de maquiagem.
· Tecidos coloridos.
· Câmera de vídeo.
· Máquina fotográfica digital.
· Sala ou espaço amplo para os ensaios.
· Lápis e papel.



Avaliação:

A avaliação é constante e perpassa todo o processo, ou seja, em todas as fases da atividade, desde a pesquisa inicial na Internet até a apresentação final, considerando os resultados alcançados pelos grupos individualmente, com peso dois enquanto que a avaliação do produto – apresentação da coreografia - com peso um. Em ambas as avaliações serão consideradas a participação, a capacidade de trabalho em grupo, a entrega nos exercícios propostos e o interesse demonstrado pelos alunos. Serão dadas notas de 0 a 10 em cada avaliação, que serão multiplicadas pelos respectivos pesos e, depois, divididas por 3.

(nota do processo x 2) + nota do produto x 1
3

Referências:

Bibliográficas

Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: arte/ensino de quinta a oitava séries. Brasília: MEC/SEF, 1998. 116 p.

SILVA, Aracy Lopes da. A temática indígena na escola; novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília: MEC/MARI/Unesco, 1995.

Internet
www.museudoindio.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário